Curso capacita operadores do transporte para atender pessoas com mobilidade reduzida

Foi lançado pelo Sistema Sest/Senat, o curso "Transporte para Todos" elaborado para o direcionamento, sensibilização e capacitação de profissionais do transporte para trabalhar com pessoas com mobilidade reduzida, como idosos e pessoas com deficiência. A iniciativa vem ao encontro do trabalho formulado pelo Governo Federal para a elevação da qualidade do sistema de transporte e a inclusão da pessoa portadora de deficiência.

A criação do curso é fruto de um acordo de cooperação técnica entre a CNT, o Sest/Senat e a Secretaria Especial dos Direitos Humanos da Presidência da República (SEDH/PR), por meio da Coordenadoria Nacional para Integração da Pessoa Portadora de Deficiência - CORDE -, para a implementação do Programa Brasileiro de Acessibilidade Urbana - Brasil Acessível, que visa o desenvolvimento de ações para a garantia da acessibilidade aos sistemas de transporte e circulação de vias públicas para as pessoas com restrição de mobilidade - como idosos, crianças, gestantes, obesos e pessoas com deficiência.
No lançamento do curso, o secretário adjunto da SEDH/PR, Mário Mamede, destacou a importância do envolvimento da Confederação Nacional dos Transportes (CNT) e do Sistema Sest/Senat no processo de inclusão das pessoas com mobilidade reduzida no sistema de transporte público. Com a parceria, cerca de 100 mil operadores do transporte terão acesso ao conteúdo do curso. "A acessibilidade é fundamental para que as pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida tenham acesso a seus direitos e exerçam sua cidadania", destaca.
O "Transporte para Todos" utiliza metodologia de treinamentos à distância via internet e tem carga horária de 8 horas. Seu objetivo é valorizar as diferenças entre os indivíduos na sociedade e fazer com que os participantes possam aprender o conceito de "restrição de mobilidade" e sua classificação, que abrange entre as deficiências a sensorial, a fala, a mental e a paralisia cerebral. Eles receberão ainda orientações sobre o papel relevante do profissional do setor de transporte na inclusão social das pessoas com dificuldade de mobilidade. O transporte coletivo de passageiros é um tipo de serviço classificado como essencial, utilizado pela maioria dos usuários mais de uma vez por dia.
Estiveram presentes no lançamento do curso "Transporte para Todos": o vice-presidente da Confederação Nacional dos Transportes, Nilton Gibson; o ministro das Cidades, Olívio Dutra; o secretário adjunto da SEDH/PR, Mário Mamede; a titular da Coordenadoria Nacional para Integração da Pessoa Portadora de Deficiência (Corde), Izabel Maior; e o secretário nacional de transporte e mobilidade urbana do Ministério das Cidades, José Carlos Xavier.

Fonte: CORDE

Voltar - Topo