Escolha uma Página

Acontece – notícias de acessibilidade e inclusão

08/01/2021

Estado de SP realiza pesquisa sobre empregabilidade das pessoas com deficiência

A situação do emprego para as pessoas com deficiência, que já era ruim antes da pandemia, se agravou durante o período em que sofremos com a disseminação da COVID-19. Para enfrentar o problema, a Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência (SEDPcD) está realizando uma pesquisa online para mapear melhor esse cenário. O objetivo é conhecer melhor as demandas das pessoas com deficiência em relação à qualificação profissional e às expectativas de emprego, além de identificar as principais dificuldades para o acesso e permanência no mercado de trabalho. Atualmente há cerca de 3 milhões de pessoas com deficiência em São Paulo e apenas 1,17% faz parte da população economicamente ativa do Estado. No terceiro trimestre do ano passado, dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) apontam um saldo negativo de 8244 vagas na relação contratados/demitidos entre as pessoas com deficiência. A pesquisa pode ser respondida até o dia 31 de janeiro por meio deste link. O questionário também está disponível em libras, neste endereço. Saiba mais aqui.  



Concursos públicos do DF terão provas em Libras

O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), sancionou uma lei que garante aos deficientes auditivos o direito de realizar provas de concursos públicos na Língua Brasileira de Sinais (Libras). A legislação, de autoria do deputado distrital Jorge Viana (Podemos), deve beneficiar milhares de potenciais candidatos no DF, que conta com uma população de cerca de 678 mil pessoas com deficiência, segundo dados do IBGE. Desse total, cerca de 98 mil têm algum tipo de deficiência auditiva e 25 mil se comunicam por meio da língua de sinais. Pela lei aprovada, as provas deverão ser aplicadas por profissionais habilitados em Libras de forma presencial ou por videoconferência. Para mais informações, clique aqui.


Dia mundial do Braille celebra a importância desse sistema para deficientes visuais

Em 4 de janeiro, comemoramos o Dia Mundial do Braille, sistema de escrita e leitura utilizado por deficientes visuais no mundo inteiro. Para marcar a data, a CNN Brasil fez uma reportagem contando a história do surgimento desse método e explicando como ele funciona. Com apenas 15 anos de idade, o francês Louis Braille, que perdeu a visão ainda na primeira infância, foi o criador do sistema. Ele se baseou em uma invenção militar, criada para transmitir mensagens durante à noite, para desenvolver seu método de leitura e escrita por meio do tato. Para conhecer melhor essa tecnologia que desde 1829 promove a inclusão dos deficientes visuais ao redor do mundo, clique aqui.

Quer saber mais sobre o assunto?

Se você também sonha com um mundo sem barreiras, quer saber mais do que falamos ou conhecer o nosso trabalho ou implementar nossas tecnologias em sua empresa ou condomínio, mande uma mensagem.

Últimos posts

Skip to content
Close Bitnami banner
Bitnami