Escolha uma Página

Acontece – notícias de acessibilidade e inclusão

22/01/2021

Projeto de lei propõe a reserva vagas de estágio para pessoas com deficiência

Tramita na Câmara dos Deputados o projeto de lei 4617/20 estabelece que as empresas públicas e de economia mista reservem o mínimo de 3% de suas vagas de estágio remunerado para pessoas com deficiência. De autoria do deputado Ney Leprevost (PSD-PR), a proposta está sendo apreciada em caráter conclusivo e, para ser aprovada, precisa passar pelas comissões de Defesa dos Direitos das Pessoas com Deficiência; de Trabalho, de Administração e Serviço Público; e de Constituição e Justiça e de Cidadania. “A deficiência não pode ser, em nenhuma hipótese, motivo para discriminação e exclusão. Pelo contrário, espera-se da contratação de uma pessoa com deficiência o mesmo que se espera de qualquer outra, ou seja, dedicação, profissionalismo, assiduidade”, afirmou Leprevost à Agência Câmara de Notícias. Mais detalhes neste link.



Brasília ganha o primeiro parque 100% inclusivo do país

Localizado em área nobre da capital federal, o Parque Ecológico do Lago Norte está passando por uma série de adaptações para se tornar a primeira unidade do tipo 100% inclusiva do Brasil. As obras incluem a construção de rampas, deck flutuante, sinalização em braille e instalação de pisos táteis, entre outras, que serão mantidas de de forma definitiva no local. Para marcar a transformação, o parque vai promover, no período entre 5 de fevereiro e 31 de março, inúmeras atividades gratuitas para receber as pessoas com deficiência e apresentar as novidades. Estão previstas iniciativas de reabilitação e inclusão social com aulas de tiro com arco, yoga, stand up paddle, paracanoagem, tênis de mesa e horta comunitária. O projeto é fruto de uma parceria com a Unidade Nacional de Acessibilidade e deve beneficiar cerca de duas mil pessoas. O parque funciona todos os dias das 6h às 18h. Saiba mais clicando aqui.  


Ônibus de Aracaju recebem adesivos para ajudar deficientes visuais

A frota de ônibus que realiza o transporte público de passageiros em Aracaju e na região metropolitana da capital sergipana acaba de ganhar os chamados “adesivos da acessibilidade visual”. O objetivo é ajudar os profissionais do setor e demais passageiros a reconhecer as limitações de cegos e pessoas com baixa visão de acordo com a cor da bengala que utilizam. Quando a bengala é branca, significa que a pessoa não enxerga. A verde, por sua vez, indica baixa visão e a branca e vermelha sinaliza que a pessoa, além de cega, também não escuta. A ideia é conscientizar a população e promover a inclusão e a acessibilidade no transporte público da cidade. Leia mais aqui.  

Quer saber mais sobre o assunto?

Se você também sonha com um mundo sem barreiras, quer saber mais do que falamos ou conhecer o nosso trabalho ou implementar nossas tecnologias em sua empresa ou condomínio, mande uma mensagem.

Últimos posts

Skip to content
Close Bitnami banner
Bitnami